Barcos

Distrito: Viseu | Concelho: Tabuaço | Freguesia: Barcos

Em pleno Alto Douro Vinhateiro a aldeia de Barcos, em Tabuaço, tem uma longa história para contar. Por aqui já passaram diversos povos, desde pelo menos a Idade do Bronze, de acordo com os vestígios encontrados no local. Nesta bonita aldeia pode ainda explorar marcas de outras épocas, como várias edificações medievais. A tradição mantém-se nas casas típicas do povoado, que se organizam em torno da da Igreja Matriz, datada do século XII. Outros edifícios ricos em história que merecem uma visita atenta são o Santuário de Santa Maria do Sabroso, o Cruzeiro dos Centenários de Barcos, a Fonte Velha, o Fontanário do Largo do Adro, o antigo Forno da Confraria, e os tradicionais solares e casas senhoriais, com o tempo marcado nas suas fachadas, entre outras edificações que atestam bem a importância que em tempos teve esta aldeia.

Descubra este local único num prolongado passeio pela aldeia ou através de um dos percursos pedestres disponíveis que prometem mostrar os seus encantos: Socalcos do Douro e História e Natureza. O primeiro liga Tabuaço, Barcos e Adorigo, enquanto o segundo atravessa Barcos e Santa Leocádia. O sagrado e o profano encontram-se no velho caminho da Via-sacra que termina junto à Capela de Santa Bárbara. Durante a Semana Santa, época de celebração em Barcos, o percurso ganha vida com a presença de quadros vivos por toda a aldeia. Outra festividade a não perder em Barcos é, em outubro, a Festa das Vindimas. Também o Carnaval tem forte tradição na aldeia! Nesta altura há diversos rituais típicos que se cumprem, como o "casamento" entre os jovens da freguesia; a construção de um touro (coberto com uma lona e que possui chifres verdadeiros); o enterro do Santo Entrudo e a Queima do Judas, além de diversos jogos tradicionais. Em honra de Nossa Senhora do Sabroso e Santa Bárbara celebra-se uma peregrinação no último domingo de maio.

Mas o interesse de Barcos não se esgota no património. Em toda a volta, observe a peculiar configuração dos terrenos em socalcos, a descer para as margens frescas do rio Douro. Os sabores de Barcos, que se concentram no arroz de forno, cabrito assado, milhos, e diversos enchidos, podem ser degustados no restaurante da localidade, a Quinta dos Magusteiros, que é também alojamento. Para ficar e apreciar sem pressas esta aldeia, dispõe de dois outros locais: a Quinta do Monte Travesso e a Quinta da Padrela. Rendas e bordados fazem parte do mais típico artesanato local que encontra com trabalhos em linho, lã e algodão.

Visita

Virtual

  • Quinta da Padrela
    Unidade de alojamento com 3 quartos, com belos espaços ajardinados, piscina e possibili...

  • Quinta da Padrela
    Viseu | Tabuaço
    Parque de Merendas do Santuário de Nossa Senhora do Sabroso
    Viseu | Tabuaço
    Cruzeiro dos Centenários em Barcos
    Viseu | Tabuaço
    Capela Românica de Sabroso / Capela de Santa Maria de Sabroso
    Viseu | Tabuaço
    Antiga Casa da Câmara e Cadeia de Barcos
    Viseu | Tabuaço
    Igreja Matriz de Barcos / Igreja de Nossa Senhora da Assunção
    Viseu | Tabuaço
    Capela de Santo Aleixo
    Viseu | Tabuaço
    Capela de Barcos
    Viseu | Tabuaço
    Capela de Santo Aleixo
    Viseu | Tabuaço